Buscar

O que é Medicina Baseada em Valor?

Atualizado: Mar 2

Foco na experiência do paciente traz mais resultados para o ecossistema de saúde envolvido no processo.



O conceito de medicina baseada em valor, popularizado após sua definição por Michael Porter em 2006, remete a um modelo de remuneração em saúde que tem como pilar os resultados da interação entre o sistema de saúde e o paciente. Em outras palavras, a remuneração, com a medicina baseada em valor, passa a ser feita com base em desfechos que importam para os pacientes.


Nesse momento, você pode estar se perguntando: mas a medicina baseada em valor não deveria ser aplicada desde sempre?


Pois é. O modelo tradicional de remuneração, que paga pelo volume de serviços, se estabeleceu através de uma lógica de mercado aplicada à saúde. A existência de hospitais, enfermarias e estabelecimentos voltados para a saúde precede a da medicina baseada em evidências e do desenvolvimento do pensamento científico. Assim, o fee for service se estabeleceu de forma quase natural – afinal, uma cirurgia ou tratamento deve ao menos cobrir o custo daquilo que foi usado. Será mesmo?

Para entender melhor esse questionamento, devemos pensar no que existe por trás de qualquer indicação de tratamento ou teste diagnóstico: um paciente, no início de sua jornada, procura um consultório ou hospital com uma queixa e, ao fazer a anamnese e exame físico, o médico na maior parte das vezes segue pelo menos um dos seguintes caminhos:


  • Solicitar exames complementares para investigar melhor o quadro do paciente;

  • Indicar um tratamento, buscando ser resolutivo.


Em qualquer uma das duas opções, o custo relacionado à jornada daquele paciente aumenta. A crítica ao fee for service - modelo de saúde atual - é que, independentemente de o procedimento ou tratamento refletir ou não em uma melhoria de desfechos que importam para os pacientes, o sistema continua recebendo por isso.


Muitos procedimentos e tratamentos, porém, são onerosos e não trazem benefícios para o paciente, ou até trazem mas com uma alternativa menos onerosa tão eficaz quanto. Sendo assim, o fee for service facilita e, de certa forma, até mesmo estimula o desperdício de recursos no sistema de saúde, ao contrário do modelo de medicina baseado em valor. Isso deixa o seu convênio mais caro, aumenta as filas de espera e impede que o capital seja mais bem alocado.


Nesse ponto, chegamos à definição de medicina baseada em valor em saúde, intimamente relacionada à de custo-efetividade. Quando falamos em valor, o que objetivamos é descrever a relação entre os desfechos clínicos obtidos pela jornada daquele paciente em relação ao custo atribuído ao tratamento. E só é possível falar de medicina baseada em valor quando se mede desfechos.


#MedicinaBaseadaEmValor