Autorizaí: uma solução para gestores de auditoria médica

Atualizado: Nov 5

Uma área vital para o sistema de saúde não colapsar, mas que custa caro e não é tão ágil quanto poderia. A tecnologia pode ser uma aliada para transformar os processos e gerar valor para todos os envolvidos.

Não é novidade que a auditoria, apesar de indispensável, é onerosa para diversos integrantes do sistema de saúde. Todos os envolvidos têm, de alguma maneira, que lidar com alguns desafios:

  • A operadora depende de muitas pessoas para que a auditoria entregue os resultados das solicitações de exames e procedimentos no prazo estabelecido e com a qualidade preconizada;

  • Os médicos, muitas vezes, não podem assegurar os pacientes de que conseguirão cumprir a prescrição e realizar os exames indicados;

  • O paciente, por sua vez, além da incerteza, lida com a espera pelo resultado, que muitas vezes vem semanas após a solicitação.

Fica fácil identificar, portanto, como depender de processos repetitivos e recorrentes cria um gargalo na aprovação de procedimentos, prejudicando gestores, médicos e pacientes. Nesse contexto, ferramentas que agilizam o processo e o tornam mais assertivo são bem vindos. Além de melhorar a experiência do paciente, essas ferramentas diminuem os custos da auditoria e aumentam a margem da operadora. O Autorizaí, ferramenta que automatiza a autorização de exames e procedimentos, tem se destacado nesse cenário.


Cenário Atual

Com base nos bancos de dados das operadoras com quem trabalhamos, as aprovações do Autorizaí, em sua maioria, dizem respeito a pedidos que acontecem de forma recorrente em algumas especialidades médicas com pacientes epidemiologicamente semelhantes. Assim, a identificação padrões ajuda na tomada de decisão para que as autorizações certas sejam feitas através da ferramenta. Faz mesmo sentido alocar profissionais extremamente qualificados, como os médicos auditores das operadoras, para realizar um trabalho repetitivo?


Possibilidades a partir da tecnologia

Essas análises podem ser simplificadas através de recursos como a inteligência artificial (IA), que vem como aliada nesse processo: os padrões que antes eram reconhecidos - e poucas vezes quantificados - por médicos agora podem ser identificados através de programas sofisticados de suporte à decisão.


Melhor uso do conhecimento médico

Com a IA facilitando processos repetitivos com acurácia superior a 95%, o médico poderá se dedicar a casos críticos, menos comuns, que demandam atenção detalhada. Por não ter que se preocupar com casos rotineiros, o estudo dos casos mais específicos se torna mais aprofundado. Assim, procedimentos importantes e incomuns terão respostas mais acuradas. Mais ainda, o médico assistente teria colegas para orientar e auxiliar na tomada de decisão. Como o médico auditor conhecerá melhor o sistema e terá mais disponibilidade, a melhoria é inevitável.


Experiência do paciente no centro

Ao fim, fica claro que o beneficiário é quem colherá os melhores frutos. O dinheiro empregado no plano de saúde será convertido em mais eficiência, assertividade e agilidade, cabendo no bolso e, ao mesmo tempo, melhorando as margens da operadora.


Quer testar na sua Unimed?

Gostaria de conhecer mais sobre as possibilidades para a IA na sua operadora? Marque uma reunião! Será um prazer apresentar as possibilidades a você.